QUEM SOMOS

Nosso trabalho é voltado para a difusão de soluções sustentáveis e produção de artefatos artesanais em BAMBU.

Procuramos resgatar o verdadeiro valor da palavra sustentabilidade, tão deturpada nos dias atuais.

Temos o objetivo de divulgar assuntos relacionados a PERMACULTURA, ministrando cursos e oferecendo produtos e serviços relacionados a este tema, sendo o Bambu um ponto chave neste trabalho.

Caso queira apoiar nosso projeto, faça uma doação para que possamos seguir pesquisando e praticando. Ficaremos muito gratos.


Temas abordados pela PERMACULTURA:
-Bioconstrução;
-Segurança hídrica;
-Produção de alimentos limpos;
-Geração de energia renovável.


“Embora a Permacultura seja uma estrutura conceitual para o desenvolvimento sustentável que tem suas raízes na ciência ecológica e no pensamento sistêmico, suas bases se estendem a diversas culturas e contextos mostrando seu potencial para contribuir para a evolução de uma cultura popular de sustentabilidade, através da adoção de diversas soluções práticas e emponderadoras.”
David Holmgren (co-fundador da Permacultura)



O Espaço Naturalmente é um projeto independente, que nasceu da busca por uma vida simples, situado no Extremo Sul de Porto Alegre (Zona Rural). O Espaço ocupa uma área de 24 x 26m (624 m²).
Fundado por Carlos, no final de 2009, com o apoio da Ecovila Arca Verde, representada pelo Leandro Sparrenberger, ministrante da primeira oficina no local,  a construção do YURT de bambu, habitação originária das estepes da Ásia Central.

O local é a residência de Carlos e Patrícia, e também a sede da marcenaria de Bambu.
Utilizam das técnicas de Permacultura e Bioconstrução, vivendo a Permacultura diária e familiar. Eventualmente, abrem as portas do Espaço para as oficinas, com o intuito de repassar este conhecimento teórico e prático para as pessoas, colaborando com a difusão séria da sustentabilidade.

De lá pra cá, já passaram diversas pessoas pelo Espaço e com o apoio de familiares e amigos, o projeto segue adiante!


"Principalmente buscamos e praticamos uma vida mais sustentável no dia-a-dia, visto que estamos à beira de um colapso energético/econômico; perda de solos cultiváveis com a utilização de extensos monocultivos insustentáveis e como consequência a perda da Biodiversidade e escassez de alimentos (principalmente sem agrotóxicos e sem transgênicos).
Não temos mais tempo para ficar esperando que o “poder público” resolva alguma coisa, as soluções tem que vir de ações práticas das pessoas (de baixo para cima), e a Permacultura é um grande exemplo prático e eficiente de sermos responsáveis por nossa própria vida."



Carlos, Permacultor e Bambuzeiro, desenvolve trabalhos relacionados ao Bambu desde 2005, onde iniciou de forma autodidata. Em 2008 interrompeu o curso de Educação Física, na busca por uma vida simples e sustentável, e passou a se dedicar exclusivamente ao trabalho com Bambu.

Em 2009 criou o Espaço Naturalmente, um projeto independente e laboratório permacultural voltado para a pesquisa, desenvolvimento e difusão de soluções práticas buscando a sustentabilidade de modo simples, eficiente e com foco no baixo custo. Localizado na zona rural de Porto Alegre-RS, como um exemplo da Permacultura diária e Familiar.
Ministra diversas oficinas como: Bioconstrução com Bambu e Terra Crua, Movelaria de Bambu, fornos e fogões de barro com combustão eficiente dentre outros temas relacionados a Permacultura.

Já ministrou oficinas para: 
-Movelaria em Bambu: Indígenas Kaingangs em Salto do Jacuí/RS, através da Associação Raíz Indígena (2010);
-Bioconstrução com Bambu: UFPEL, semana acadêmica de arquitetura e urbanismo, em Pelotas/RS (2010);
-Bioconstrução com Terra Crua: Instituto Pindorama, Nova Friburgo/RJ (2013);
-Bioconstrução com Bambu / YURT: Sítio Low Construtores, Cabo Frio/RJ (2013).
-Bioconstrução com Bambu e Terra Crua: Instituto Arapoty, Itapecerica da Serra-SP (2013);
-Palestra sobre Bioconstrução no Instituto Federal de Porto Alegre-RS (2015) e na UFSM em Santa Maria-RS (2016).
*Ver fotos das oficinas.

Tem formação em diversos cursos relacionados ao tema de Permacultura, dentre eles:

-Curso de Estruturas em Bambu Gigante (participação como monitor) ministrado por Jörg Stamm, no Instituto TIBÁ, em Bom Jardim/RJ (a casa do autor do clássico "Manual do Arquiteto Descalço"). Outubro / 2016
O alemão Jörg Stamm é hoje o grande nome mundial em construção de grandes estruturas em bambu. Radicado na Colômbia, é parte do movimento de uso do bambu na construção civil. São de sua autoria a Green School e o famoso Bamboo Pavillion, ambos em Bali.

-PDC+20 (RS), onde ajudou no monitoramento e ministrou oficina de móveis em Bambu de baixo custo (Evento comemorativo aos 20 anos de Permacultura no Brasil).
-PDC da Estação de Permacultura Casa Colméia, em Jaguaruna/SC.
*PDC: Permaculture Design Course - Curso de formação em designers de Permacultura, com carga horária de 72h.
-Caminhos Para a Vida Sustentável; na Ecovila Arca Verde-RS (2009).
-Forno de Alta Eficiência; na Ecovila Arca Verde-RS (2009).
-Construção de Yurt, na Ecovila Arca Verde-RS (2009).
-Capacitação em Estruturas de Bambu, no Instituto Pindorama - Nova Friburgo-RJ (2012);
-Curso de Bioconstrução, no Sítio Pé na Terra-RS, ministrado por João Rockett, fundador do IPEP (2013).
-PDC de Carnaval 2013 - Instituto Pindorama, Nova Friburgo-RJ. Ajudou a ministrar a parte prática de Bioconnstrução.
Dentre outros.




Patrícia se formou em 2008 como Técnica em Agropecuária na Escola Agrícola de São Leopoldo – RS. Lá firmou seu contato com as práticas agrícolas e pecuárias.
Desde então vem realizando trabalhos na área, tendo a oportunidade de participar de vários cursos relacionados com produção, manejo de plantas e animais, e agroindústria. Sempre focando na Agricultura Familiar.
Aprendiz de Bambuzeira e Permacultora formada em três PDC’s (Permaculture Design Course), une as práticas agrícolas adquiridas no passar dos anos com os princípios e éticas da Permacultura. Colaboradora do Projeto Independente Espaço Naturalmente, de Porto Alegre, vive o dia-a-dia de forma mais sustentável, onde utiliza o Espaço como um Laboratório Permacultural , pesquisando e testando novas ideias, bioconstruindo e trabalhando com o Bambu.



"Seja você a mudança que quer ver no mundo!"
Ghandi